Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.

ALE-RO

Dois projetos rondonienses avançam em etapa de edital de inovação que tem apoio do Sebrae

Dois projetos rondonienses avançam em etapa de edital de inovação que tem apoio do Sebrae

Fitcash FTH , uma fintech, e Harpia Ativos Ambientais, focada em sustentabilidade, avançam no edital nacional

Rondônia segue mostrando a força do ecossistema de inovação, que continua aquecido e gerando grandes frutos. Duas startups das terras de Rondon foram selecionadas para a segunda etapa do Ideiaz Powered by Inovativa, uma inciativa da Anprotec, Ministério da Economia e do Sebrae.

Após um processo de análise e avaliação das inscrições enviadas no segundo ciclo do edital, 254 projetos inovadores e de impacto socioambiental foram selecionados e receberão atividades de mentoria, consultoria organizacional, suporte tecnológico, suporte para formalização do negócio e qualificação empreendedora, ao longo de dez semanas. O atendimento será realizado por incubadoras e aceleradoras também selecionadas pelo programa.

Tiago Ferreira Cavazin é o CEO da Fitcash FTH, atua com seu partner, Marcelo Ferreira Cavazin, CEO Operacional, e destaca que desde o início da jornada da sua ideia de negócio, o Sebrae já estava presente. “Desde o começo, quando estávamos rodando nosso MVP, buscávamos apoio. Tínhamos um protótipo e chegamos no mercado mundial, mas não crescíamos. Aí surgiu o Sebrae e pegou literalmente na nossa mão, dando outro ar para o nosso negócio e fazendo a ponte para esse mundo. Nos capacitamos e ele nos ajudou a entender cada passo. A Fitcash FTH está chegando onde está por causa do Sebrae, com destaque para o Rangel Miranda, head de Inovação”, disse Tiago, que já acumula mais de cinco seleções de seu negócio ao longo dessa jornada.

“Saímos de uma bicicleta e montamos numa Ferrari via apoio do Sebrae, desde o programa de aceleração, capital empreendedor e esse aquecimento que eles fazem com o ecossistema de inovação daqui”, completou Tiago, que também é integrante da Tambaki Valley.

A Harpia Ativos Ambientais, da empreendedora Priscila Lustosa, é o outro projeto baseado em Inovação selecionado e que se propõe a ser uma interface entre empresas e iniciativas sustentáveis, à luz da legislação ambiental.

Para o diretor técnico do Sebrae em Rondônia, Samuel Almeida, não há outra alternativa senão a inovação para se manter competitivo. “Nossa missão é manter o ecossistema aquecido e mobilizado e trazer as ferramentas adequadas para que nossas startups possam evoluir e gerar resultados, como as que estamos vendo avançando em uma iniciativa nacional”, disse.

Fonte: Assessoria

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

três × 1 =