Rondônia, quinta, 02 de dezembro de 2021.

ALE-RO

Deputado Luizinho Goebel faz prestação de contas do mandato, anuncia saída do PV e dá nota 8 para governador

Deputado Luizinho Goebel faz prestação de contas do mandato, anuncia saída do PV e dá nota 8 para governador

Deputado afirmou que trabalha para conseguir mais uma linha aérea para Vilhena e lembrou ser impossível dar a qualquer gestão pública a nota 10

O deputado estadual Luizinho Goebel (PV) visitou esta semana a redação do Extra de Rondônia, momento em que fez um breve balanço de ações do mandato. Ele também avalia o governo Marcos Rocha e fala sobre política, revelando que deve mesmo mudar de legenda para concorrer a mais um mandato.

Sobre suas iniciativas para o Cone Sul, o deputado falou a respeito de ações no setor de infraestrutura, destacando a instalação da maior usina de asfalto de Rondônia, além da construção de pontes de concreto e aquisição de tubos para substituir pontes pequenas de madeira.

“São ações que trarão melhorias significativas para as estradas da região, resolvendo problemas antigos e melhorando as condições de manutenção de rodovias. São pelo menos dez grandes pontes de concreto em várias cidades, além de inúmeras tubos de metal e PVC que vão atender aos produtores rurais. Já a usina de asfalto irá permitir mais agilidade na conservação e construção de estradas pavimentadas na região. É um avanço muito importante para o setor de infraestrutura”, destacou.

Luizinho também falou sobre o programa “Tchau Poeira” em Vilhena, que acabou não sendo desencadeado ainda porque – segundo ele – a empresa que venceu a licitação para locação de máquinas ao DER a fim de fazer os serviços não conseguiu cumprir o contrato. “Mas isso está sendo contornado justamente através da instalação da usina de asfalto e a compra de equipamentos para o DER. Se tudo correr dentro do cronograma, na próxima temporada de seca a usina estará operando, e a maquinaria da autarquia disponibilizada para fazer o serviço. De qualquer forma, os recursos estão assegurados, e em último caso o governo repassará a verba para que os próprios Municípios executem os serviços”, explica Luizinho.

Ele também falou sobre a importância de investir na recuperação do Museu Casa de Rondon, “pois tal ponto turístico e histórico pode se tornar o centro de um parque ambiental que poderá ter 170 hectares de área, tornando-se um polo de turismo que deverá ser destaque na Amazônia. Investir neste setor é garantir novas alternativas econômicas, além de preservar a nossa História”.

Luizinho também falou que está trabalhando no sentido de conseguir mais uma linha aérea para Vilhena, com voo entre a cidade e a capital. “É uma iniciativa que tem potencial tremendo de acontecer, dada a viabilidade desta rota. Estamos trabalhando para concretizar tal meta”, garantiu.

Sobre política, Goebel disse que vai tentar disputar o quinto mandato, explicando que não se trata de um projeto pessoal, mas sim para garantir que o Cone Sul mantenha representatividade na Assembleia Legislativa. “Temos que trabalhar para que a região tenha o maior número possível de deputados em Porto Velho e Brasília”, analisa.

Apesar do plano político-eleitoral estar encaminhado, no que diz respeito a questão partidária o futuro do deputado é incerto. “Creio estar chegando ao fim de um ciclo, e é grande a possibilidade de deixar o PV, onde atuei com afinco para fortalecer e tornar o partido grande. Ainda não defini meu futuro, mas tenho convites do PP, PR, União Brasil e PSC”, anuncia.

Sobre Marcos Rocha, Goebel destacou o senso de compromisso do governador com os deputados, “pagando 100% das emendas que estavam dentro da regularidade”. Em sua análise, o governo vai bem na maioria dos setores, merecendo uma nota 8, “lembrando que é impossível dar a qualquer gestão pública a nota 10”.

Na avaliação de Luizinho, o governo está muito bem nas áreas da Educação, Social, Infraestrutura, Setor Produtivo e Segurança; precisando avançar na área da Saúde, particularmente com investimentos de monta na capital. “Mas vejo um governo organizado, com dinheiro em caixa e com projetos encaminhados para promover melhorias, por isso minha avaliação é positiva”, observa.

Finalizando, Goebel recomenda aso rondonienses para que sejam porta-voz das coisas positivas do Estado, que é destaque nacional em setores como a pecuária, criação de peixes em cativeiro, produção de café, cacau e mel. “Rondônia está muito bem situada dentro do cenário nacional, e temos que propagar com orgulho essa condição”, encerrou.

Fonte: Extra de Rondônia

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 + um =