Rondônia, quarta, 25 de maio de 2022.

Porto Velho: Exames periódicos são levados aos servidores públicos

Porto Velho: Exames periódicos são levados aos servidores públicos
Mais de 160 servidores devem ser atendidos na primeira etapa

Em atendimento às normativas do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a Prefeitura de Porto Velho iniciou, esta semana, um movimento de atenção à saúde ocupacional de seus servidores com exames periódicos e eventos voltados ao bem-estar e à segurança. O trabalho faz parte da estrutura da Secretaria Municipal de Administração (Semad).

A largada foi dada com a coleta de sangue aos lotados na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema). As atividades integram a Coordenadoria de Saúde Ocupacional (CMSO), através do Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional (PCMSO), criado na gestão do prefeito Hildon Chaves.

Segundo a secretária-adjunta de Administração, Ana Cláudia Geraldes Magalhães, a ideia é promover ações preventivas. “O PCMSO é completo. Nós cuidamos da parte física e mental, pois temos uma equipe multiprofissional. O pontapé que está sendo dado é inédito e não é fácil, pois é preciso uma mudança de cultura, principalmente do próprio servidor, que precisa participar e cuidar da sua saúde”, fala.

ATENDIMENTO

Nesta etapa do Programa, mais de 160 servidores devem ser atendidos. “É uma preocupação do nosso prefeito com a saúde do trabalhador. Somos os primeiros atendidos nesta implementação do programa com os exames iniciais”, disse o titular da Sema, Alexandro Miranda Pincer.

Uma das pessoas preocupadas com a saúde é a diretora administrativa da Sema, Ildevania Benedita Cabral. Para ela, a iniciativa é muito importante para o servidor. “É louvável e deve ser feito para o bom desempenho das atividades”, incentiva.

 ACOMPANHAMENTO

Ivanice dos Santos é coordenadora do PCMSO. Ela informa que os exames vão ocorrer em períodos, seja semestrais, anuais ou bianuais, a depender da função em exercício. Em média, 14 mil servidores terão os exames coletados e acompanhados a partir de agora. A maioria fará glicemia e hemograma completos, mas pode ocorrer raio-X, ultrassom, audiometria, entre outros.

“Depois da coleta, há a passagem pelo médico e é emitido um laudo. Se apresentar alguma doença, haverá a investigação para verificar se é derivada do ambiente de trabalho ou genética. Tudo será avaliado e arquivado e, anualmente, comparados sobre a evolução. Em casos necessários, haverá acompanhamento específico para que o servidor tenha qualidade de vida no trabalho”, informa Ivanice.

CRONOGRAMA

A próxima agenda de coletas será com servidores lotados nas Secretarias Municipais de Obras (Semob) e de Saúde (Semusa).

Texto: Etiene Gonçalves   Foto: Leandro Morais

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × cinco =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>