Rondônia, quarta, 25 de maio de 2022.

Servidores da Idaron avaliam sistema que ampliará oferta de serviços ao produtor rural

Servidores da Idaron avaliam sistema que ampliará oferta de serviços ao produtor rural

O novo Sistema Integrado de Gestão Agropecuária está em fase de desenvolvimento e avaliação

Objetivando ampliar a oferta de serviços ao produtor rural, o departamento de tecnologia e informação da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron) está desenvolvendo o Sistema Integrado de Gestão Agropecuária (SIGA), plataforma digital que, em substituição ao atual Sis-Idaron, permitirá maior desempenho no atendimento ao produtor.

O sistema está em fase beta (testes e avaliação) e, para promover os ajustes e melhorias necessárias, entre os dias 08 a 10 de março a Agência reuniu um grupo de servidores, representantes das 08 regionais do Estado, para apresentar a nova tecnologia e promover um teste coletivo. “Cada servidor pôde testar o novo sistema e enviar sugestões, críticas e reportar as falhas encontradas.”, explicou o coordenador de tecnologia da informação da Idaron, Felipe Câmara.

A atividade aconteceu na sede da Escola Superior de Contas, do Tribunal de Contas, em Porto Velho. Os servidores que estiveram envolvidos nos trabalhos atuarão como replicadores, em cada regional, para que o maior número de colaboradores possam opinar sobre a funcionalidade do SIGA. “Todos os apontamentos feitos pelos servidores estão sendo tratados, para que sejam realizados os ajustes necessários. Essa etapa é importante pois, além de passar pela validação do negócio, busca livrar o sistema do maior número de falhas possível e entregar uma versão polida e agradável ao usuário”, destacou.

AUTO ATENDIMENTO

O investimento em soluções tecnológicas, que foi ampliado pela Idaron durante a pandemia, para facilitar o acesso do produtor rural aos serviços disponibilizados pela Agência, tem obtido importantes resultados. Um deles é a praticidade, uma vez que pecuarista ou agricultor não precisa mais sair de sua propriedade para resolver questões burocráticas, como a emissão de documentação obrigatória e consulta e declaração de rebanhos.

O produtor rural tem aprovado toda essa automação. “Nos últimos meses, quase 50% das emissões de GTA’s foram online e as declarações de rebanhos têm sido feitas quase que 90% pela internet, ou seja, o produtor só se desloca até uma unidade da Idaron em casos de extrema necessidade”, avalia o diretor técnico da Agência, Walter Cartaxo.

Fonte/Foto: Idaron

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 2 =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>