Rondônia, terça, 24 de maio de 2022.

Equipamentos de alta tecnologia irão reforçar ações da Politec e Sesdec no enfrentamento e elucidação de crimes

Equipamentos de alta tecnologia irão reforçar ações da Politec e Sesdec no enfrentamento e elucidação de crimes

Os equipamentos de ponta vão fortalecer a Polícia Técnico-Científica de Rondônia e ações da Sesdec

O investimento de quase R$ 3 milhões em equipamentos de alta tecnologia que vão integrar os serviços da Polícia Técnico-Científica de Rondônia – Politec e a Gerência de Estratégia e Inteligência da Secretaria de Estado, da Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec, deve fortalecer o enfrentamento e elucidação de crimes em Rondônia. A entrega dos equipamentos, adquiridos com recurso próprio do Governo de Rondônia, aconteceu em cerimônia realizada na semana passada, na Politec, em Porto Velho.

‘‘Estamos felizes por se tratar de um ato histórico para a Polícia Técnico-Científica de Rondônia e da Gerência de Estratégia e Inteligência da Sesdec, que têm atuação em todo o Estado. Esses equipamentos representam inovação tecnológica, e a aplicação assim, de um diferencial para atender as demandas da população no setor de Segurança Pública’’, afirma o secretário de Sesdec, José Hélio Cysneiros Pachá.

Para o diretor-geral da Politec, Domingos Sávio, os equipamentos de ponta vão fortalecer a Polícia Técnico-Científica de Rondônia. ‘‘Irá trazer mais agilidade na apuração em locais de crime para corroborar com a nossa missão de promover a justiça, uma vez que o emprego de mais tecnologia é possível dar mais robustez para as provas periciais. Ressalto ainda que essa atenção dada a Politec pelo Governo do Estado resultará em um melhor serviço prestado à sociedade rondoniense, pois proporciona uma atuação mais rápida, precisa e efetiva’’, assegura.

POLITEC

Para a Politec, serão destinadas dez maletas de levantamento e coleta de impressões digitais, e outras dez maletas para exames periciais em local de crime; 12 fechaduras digitais e 11 balanças semi-analíticas; dez detectores de metais e um microscópio eletrônico

As maletas de levantamento e coleta de impressões digitais, assim como as maletas para exames periciais contêm kits reagentes utilizados na realização de exames em local de crimes e acidentes de trânsito. Serão destinadas ao Instituto de Criminalística em Porto Velho e para oito Coordenadorias de Criminalística, localizadas em Ariquemes, Cacoal, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

As balanças eletrônicas e fechaduras digitais serão utilizadas no aprimoramento e estruturação das centrais de custódia e da cadeia de custódia de vestígios nas unidades de Perícia Oficial do Estado. Os equipamentos serão destinados para Divisões de Perícia e o Instituto de Criminalística em Porto Velho, e em Coordenadorias Regionais de Perícia em Guajará-Mirim, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

Os detectores de metais serão destinados para o Instituto de Criminalística em Porto Velho e para oito Coordenadorias de Criminalística, localizadas em: Ariquemes, Cacoal, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Rolim de Moura, São Miguel do Guaporé e Vilhena.

O Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV) é utilizado para a realização de exames residuográficos em materiais coletados das mãos de suspeitos envolvidos em casos de homicídios ou suicídios causados por arma de fogo. A técnica de MEV  permite a visualização das partículas oriundas do tiro, possibilitando que elas sejam identificadas e fotografadas, sem que ocorra sua destruição. A operacionalização desse equipamento  será  feita no Instituto Laboratorial Criminal, no Núcleo de Análise Instrumental da Polícia Técnica-Cientifica, em Porto Velho.

GERÊNCIA DE ESTRATÉGIA E INTELIGÊNCIA

Para a Gerência de Estratégia e Inteligência da Sesdec, vão ser destinados um boroscópio; 109 coletes balísticos; máquinas fragmentadoras e um analisador espectral.

O boroscópio será utilizado para visualização de equipamentos instalados de forma clandestina em locais de difícil acesso. E o analisador espectral nas ações de contra-inteligência, visando as ações de segurança orgânica.

As máquinas fragmentadoras de papel nível P5, utilizadas em unidades com requisito de proteção elevada para dados confidenciais. O equipamento permite a fragmentação de várias folhas de papel ao mesmo tempo, inclusive a fragmentação de grampos, CD’s e/ou DVD’s.

Os coletes balísticos vão ser entregues às unidades dos órgãos subordinados à Sesdec.

Estiveram presentes na solenidade, o secretário adjunto da Sesdec, Hélio Gomes Ferreira, a diretora-adjunta da Politec, Ana Júlia Frazão e o comandante-geral da Polícia Militar, James Alves Padilha.

Fonte: Vanessa Moura   Fotos: Ésio Mendes

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 × dois =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>