Rondônia, quarta, 25 de maio de 2022.

Impacto Positivo do Microcrédito na Economia de Rondônia foi tema de live promovida pela Sedec

Impacto Positivo do Microcrédito na Economia de Rondônia foi tema de live promovida pela Sedec

Objetivo da Sedec foi discutir os impactos positivos do microcrédito na economia

Na semana passada o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico – Sedec, promoveu uma live, pelo YouTube, para discutir sobre os impactos positivos do microcrédito na economia do Estado.

O assunto em pauta teve como ministrantes  o secretário da Sedec, Avenilson Trindade;  a coordenadora estadual de empreendedorismo e micro e pequenas empresas, Patrícia Portela e a agente de crédito de São Miguel do Guaporé, Natiele Fernanda.

Em meio ao aumento do desemprego e à demanda reprimida em virtude  da crise causada pelo coronavírus nos anos de 2020-2021, empréstimos de pequenas quantias ganharam relevância. “O microcrédito na economia de Rondônia tem sido muito relevante, pois impacta positivamente aos micro e pequenos negócios, se tornando uma alternativa de financiamento de suas atividades que sofreram com a crise que enfrentamos na pandemia”, ressalta  Trindade.

Com a finalidade de ajudar os microempreendedores a retomarem ao seu pequeno negócio, foi desenvolvido o Programa de Apoio às Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios de Rondônia – Proampe. O programa já apresenta vários modelos de negócios que deram certo com boas perspectivas para o empreendedorismo do rondoniense, marcado por iniciativas de valor que estão reerguendo projetos prejudicados pela pandemia e que já estão gerando emprego e renda em várias regiões do Estado.

As condições operacionais permanecem as mesmas, com o prazo máximo de 36 meses para o pagamento, incluindo carência de até seis meses e o valor máximo de R$ 100 mil. Com taxa de juros máxima igual a 0,5% ao mês, acrescida da taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic) sobre o valor concedido.

“Com o microcrédito em condições operacionais mais acessíveis, nós possibilitamos a manutenção de diversos negócios e empregos, e ainda, a criação de outros negócios que estavam como projeto ou atividade informal, isso possibilitou também a formalização. De forma geral, o microcrédito fomentou a economia a manter a sua atividade constante” finalizou o secretário da Sedec.

Fonte: Assessoria Sedec    Fotos: Daiane Mendonça

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

nove − sete =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>