Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.

ALE-RO

Idaron Intensifica ações de controle de Trânsito Animal nos Postos de Fiscalização Interestadual

Idaron Intensifica ações de controle de Trânsito Animal nos Postos de Fiscalização Interestadual

Em abordagem de rotina, nesse último final de semana, no posto fiscal de Vilhena, extremo Sul de Rondônia, fiscais da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) apreenderam uma Guia de Transporte Animal (GTA) falsificada que acompanhava o transporte de 65 bovinos para o Estado de São Paulo.

Após a abordagem, o caminhão em que os animais eram transportados foi reconduzido, com apoio da Polícia Militar, até a propriedade onde foi feito o desembarque do gado, em Cacoal, para que os fatos fossem esclarecidos.

Devido ao trabalho intenso e ininterrupto dos servidores lotados nos postos de fiscalização da Idaron, os veículos que realizam o trânsito interestadual são abordados e todos os animais em trânsito são fiscalizados, bem como as documentações zoosanitárias que acompanham as cargas (GTA’s, exames, atestados, etc). Com esse trabalho criterioso e rotineiro foi identificada a GTA falsificada e os suspeitos foram autuados e os animais retornaram a origem.

Todas as ações de fiscalização realizadas pelos oito postos de fiscalização agropecuária são integrados com as 84 unidades da Idaron. Após a detecção da irregularidade no posto de fiscalização de Vilhena, profissionais da unidade regional de Pimenta Bueno e do município de Cacoal, foram acionados para acompanhar o desembarque dos animais na propriedade de origem, onde foi feito todo o processo de vigilância clínica, identificação individual e separação dos animais de acordo com a titularidade. Na segunda-feira (26/04) servidores da Idaron fizeram a conferência do rebanho.

As ações realizadas pelas equipes técnicas da Idaron, com a colaboração da Polícia Militar e Civil, bem como com o apoio produtores rurais, têm garantido a manutenção da sanidade animal no estado, com o efetivo controle da saída e entrada apenas de animais com devidas garantias e documentação zoosanitários. Com isso, Rondônia cada vez mais se habilita para o reconhecimento internacional da zona livre de febre aftosa sem vacinação e garante saúde para os nossos rebanhos.

Fonte: Idaron

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

2 × três =