Rondônia, terça, 30 de novembro de 2021.

ALE-RO

Deputado Jhony Paixão cobra mais vacinas para trabalhadores essenciais

Deputado Jhony Paixão cobra mais vacinas para trabalhadores essenciais

Parlamentar também voltou a pedir atenção para a categoria dos policiais militares

O deputado Cabo Jhony Paixão (Republicanos), durante a sessão ordinária desta terça-feira (08), utilizou a tribuna para pedir mais vacinas para a população que trabalha em atividades essenciais. Segundo o parlamentar, esses grupos estão em contato diário com outras pessoas e é injusto que não sejam priorizados no programa de imunização do Estado.

Jhony também chamou atenção para o déficit da educação em Rondônia causado pela suspensão das aulas. O parlamentar indicou a necessidade de criação de uma plataforma única para o ensino à distância no estado. Segundo ele, o recurso seria uma forma de garantir a padronização e a qualidade das aulas para os estudantes da rede pública.

Policia Militar

O deputado voltou a chamar a atenção para a situação da Policia Militar, que vem realizando mobilizações pedindo mais valorização da categoria. Jhony insistiu que é preciso garantir que os profissionais da segurança pública não cheguem ao ponto de precisarem paralisar suas atividades para chamar a atenção do Governo.

“Há anos a Polícia Militar vem perdendo profissionais que vêm se aposentando, e a carga horária recai em cima daqueles que estão na ativa”, acusou Cabo Jhony. Ele pediu ajuda de todos os deputados da Assembleia Legislativa para lutar pelo reconhecimento e valorização da categoria.

O parlamentar questionou a possibilidade de que o curso de formação para sargentos, previsto para ocorrer neste ano não acontecer. Ele informou que o orçamento para realização da formação já está previsto no orçamento do Estado e não teria motivo para que o curso não ocorresse. Ele informou que o deputado Luizinho Goebel (PV), líder do Governo na Assembleia, já fez contato com o secretário de Segurança, Hélio Pachá, e uma reunião está marcada para acontecer na semana que vem para discutir a situação.   

Fonte: Assessoria

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 2 =