Rondônia, quinta, 02 de dezembro de 2021.

ALE-RO

Em coletiva, presidente Alex Redano destaca os trabalhos em seis meses de gestão

Em coletiva, presidente Alex Redano destaca os trabalhos em seis meses de gestão

Deputado fez uma breve prestação de contas à imprensa, na tarde desta terça-feira.

Marcando os seis primeiros meses de sua gestão, o presidente da Assembleia Legislativa, Alex Redano (Republicanos), reuniu a imprensa durante coletiva na tarde de ontem (31/08), no Salão Nobre da Casa, para fazer uma avaliação e prestar contas de seu mandato.
Redano elencou algumas das ações, projetos e iniciativas que o Legislativo Estadual esteve envolvido nesses seis primeiros meses de gestão, pontuando ainda as matérias e discussões que devem dominar os debates nos próximos dias, como a reforma da Previdência e a aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 85, que dispõe sobre o Zoneamento Socioeconômico-Ecológico de Rondônia.
“Avalio como positivas as ações do Parlamento, nesses primeiros meses de nossa gestão, junto com a Mesa Diretora e o apoio dos demais parlamentares. Aprovamos matérias importantes e que contribuem para a nossa sociedade. Destaco ainda a harmonia, a boa relação e o diálogo com os demais poderes e instituições”, disse Redano.
O presidente ressaltou que “aprovamos o PLC 80, projeto que promove alteração em áreas de reserva, com a criação de novos espaços de preservação e o ajuste nos limites de outras áreas, assegurando a atividade produtiva em áreas já consolidadas, sendo uma matéria muito fundamental para o desenvolvimento de Rondônia”.
Alex Redano observou ainda que foram votados na Casa os projetos que garantiram a correção salarial para os policiais militares, civis e os bombeiros militares. “Também aprovamos o projeto que garantiu o investimento de mais de R$ 800 milhões por parte do Governo, nas obras de asfalto urbano e melhorias na infraestrutura das cidades”, ressaltou.
Ele pontuou que está sendo dada a continuidade no chamamento dos aprovados no concurso realizado pela Assembleia Legislativa, com a nomeação de mais novos servidores, que passam a integrar o quadro efetivo da Casa de Leis.
Ele também enfatizou o empenho seu e dos demais deputados junto ao Governo, para a retomada das cirurgias eletivas, que estavam suspensas desde o início da pandemia. “É preciso avançar ainda mais e estamos intercedendo junto ao Governo com essa finalidade”, assegurou.

Previdência
O presidente citou a reforma da previdência como o projeto mais complexo que está em discussão. “Estamos debatendo com os sindicatos, com os demais poderes e instituições essa questão. Aprovamos a criação de um grupo de trabalho, que vai se reunir e apontar caminhos. Não é uma tarefa simples, mas é preciso buscar o equilíbrio. Não podemos deixar somente nos ombros dos servidores pagar o ônus da solução”, destacou.

Zoneamento
Outra matéria que deverá ser apreciada agora no mês de setembro, de acordo com Redano, é o PLC 85, que dispõe sobre o Zoneamento Socioeconômico-Ecológico do Estado de Rondônia e revoga Lei Complementar nº 233, de 6 de junho de 2000.
“O Zoneamento mexe com todo o Estado, pois define as áreas de produção agropecuária. Temos recebido inúmeros pedidos para pautarmos essa matéria e vamos votar agora em setembro. Eu valorizo o produtor, o setor produtivo, que sustenta a nossa economia. Esse projeto se soma ao PLC 80, já aprovado, que redefiniu áreas de reserva”, completou.

Estágios
Alex Redano aproveitou para anunciar que a Assembleia está contratando a instituição para atuar como agente de integração para oferecer estágio remunerado e também de menor aprendiz. “Como já disse, é um programa de grande alcance social e o nosso compromisso é de que, tão logo a empresa seja contratada, possamos dar início ao processo de oferta de vagas para os jovens atuarem no Parlamento, o que deve ocorrer em 30 dias ou mais”, acrescentou.
Ao final, indagado sobre a informação de que o governador Marcos Rocha anunciou a redução do ICMS sobre o gás de cozinha, Redano afirmou que “vejo com bons olhos essa iniciativa, pois beneficia a nossa população. Reduzir a carga tributária é importante e o governador deu um passo importante, dentro das possibilidades do Estado”, finalizou.

Fonte: Assessoria

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

treze − 1 =