Rondônia, quarta, 25 de maio de 2022.

Plano Integrado de Vigilância de Doenças dos Suínos: Idaron realiza ação em 195 propriedades

Plano Integrado de Vigilância de Doenças dos Suínos: Idaron realiza ação em 195 propriedades

Objetivo é demonstrar e documentar a ausência de atividade dos vírus da Peste Suína Clássica,  Africana e Síndrome Reprodutiva e Respiratória dos animais

Em uma ação que envolve cerca de 200 servidores, incluindo médicos veterinários, técnicos e pessoal de apoio e suporte, a Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron) iniciou mais uma etapa do Plano Integrado de Vigilância de Doenças dos Suínos. A ação acontece até junho.

O trabalho, realizado em 195 propriedades rurais, em 46 municípios do estado, tem por objetivo demonstrar e documentar a ausência de atividade do vírus da Peste Suína Clássica, Peste Suína Africana e Síndrome Reprodutiva e respiratória dos Suínos em Rondônia. “Em 86 propriedades, nossa equipe fará a inspeção clínica dos animais e, nas demais propriedades, será feito a vigilância sorológica, com colheita de amostras de sangue para análise em laboratório”, explicou o gerente de Defesa Sanitária Animal, Fabiano Alexandre dos Santos.

O sangue dos animais será analisado em laboratório credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), localizado em Concórdia-SC. A atividade contemplará propriedades localizadas em Porto Velho, Nova Mamoré, Itapuã, Candeias, Ji-Paraná, Ouro Preto, Presidente Médici, Cabixi, Pimenteiras, Cerejeiras, Colorado, Corumbiara, Chupinguaia, Vilhena, Alto Paraiso, Buritis, Cujubim, Monte Negro, Rio Crespo, Ariquemes, Campo Novo, Jaru, Machadinho, Theobroma, Vale do Anari, Alvorada, Mirante da Serra, Nova União, Urupá, Teixeiropolis, Rolim de Moura, Santa Luzia, Novo Horizonte, Castanheiras, Alto Alegre, Alta Floresta, Pimenta Bueno, Parecis, São Felipe, Cacoal, Espigão, Ministro Andreazza, São Francisco, São Miguel, Seringueiras e Costa Marques.

“Ao todo, a ação envolve 35 médicos veterinários e 150 técnicos, além de outros profissionais de apoio e suporte”, destaca Fabiano Alexandre. A atividade segue as diretrizes do Mapa, para os estados livres de Peste Suína Clássica.

Fonte/Foto: Idaron

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 + cinco =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>