Rondônia, segunda, 23 de maio de 2022.

Porto Velho: Visita técnica discute possíveis áreas de preservação ambiental

Porto Velho: Visita técnica discute possíveis áreas de preservação ambiental

Lago Maravilha e Lago Cujubim estiveram no roteiro

Buscando estreitar os laços entre a sociedade e o meio ambiente, a Prefeitura promoveu, no último fim de semana, uma visita técnica em duas áreas de interesse ambiental em Porto Velho.

O grupo, formado por representantes do Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comdema), saiu em um micro-ônibus da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema) na manhã sábado (30), com destino ao Lago Maravilha (Vila Dnit) e o Lago Cujubim (Estrada da Penal).

“A nossa intenção é unir forças para que possamos avançar em determinadas causas. As localidades são áreas de preservação e/ou degradadas. Viemos mostrar essa realidade para se distanciar da parte burocrática, de aprovação ou análise documental. A proposta foi uma imersão em áreas de interesse ambiental”, disse o titular da Sema, Alexandro Pincer.

PROTEÇÃO E TURISMO

Atualmente, vem sendo feito um levantamento de áreas de interesses ambientais, ou seja, espaços que podem se tornar áreas de preservação, parques, reservas extrativistas e desenvolvimento sustentável, com o intuito de proteger e trazer os locais ao ciclo de turismo da cidade.

O trabalho é liderado pelo agrônomo Alcimar Rodrigues da Silva, gerente de Cadastro de Áreas de Interesse Ambiental, da Sema. Segundo ele, o município tem um potencial para turismo rural, ambiental, ecológico e esportivo. “A gente precisa aproveitar tudo isso. Já identificamos algumas áreas no entorno e elas têm naturalmente este potencial e queremos trabalhá-las em conjunto com outras secretarias”, observa ao lembrar que ainda existem outros lagos que devem ser mapeados nos lados esquerdo e direito do rio Madeira.

 ESTUDOS

Alguns estudos já estão prontos e outros devem ser executados para que, em breve, o turismo e o reconhecimento das belezas cênicas possam ser de conhecimento público das pessoas de Porto Velho e do país. “Queremos trazer esse turismo e que ele permaneça. É bom para a cidade e para todos do entorno, que devem ficar dentro de todo o processo. Além disso, ao apresentarmos os projetos, os conselheiros já terão ciência do proposto e poderão facilitar os trâmites em relação aos processos e acesso ao Fundo Municipal de Meio Ambiente”, justificou o agrônomo.

ESFORÇOS

A iniciativa da Prefeitura é considerada estratégica, ao proporcionar uma experiência in loco. “Nunca houve uma gestão que se preocupasse com isso junto ao Condema. Falar das fiscalizações, de compensação ambiental ou do que precisa ser feito. Muitas vezes, ficam envolvidos com suas responsabilidades em suas entidades, participam de reuniões, mas não estão tão próximos da realidade e prática das questões sustentáveis e, que, podem proporcionar turismo sustentável”, acrescentou o secretário da Sema.

PREVISÃO

Ainda no segundo semestre de 2022 acontecerá uma Audiência Pública para tratar do Lago Maravilha, onde os estudos já estão concluídos. A proposta é tornar o lago uma área de preservação. Já o Lago Cujubim está com estudos em andamento e devem ser finalizados ainda neste ano.

Texto: Etiene Gonçalves  Foto: Leandro Morais

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezessete + 6 =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>