Rondônia, quarta, 25 de maio de 2022.

Presidente Alex Redano critica demora da empresa em iniciar construção da ponte do rio Jamari, ligando a Alto Paraíso

Presidente Alex Redano critica demora da empresa em iniciar construção da ponte do rio Jamari, ligando a Alto Paraíso

A obra está parada, sem explicação da empresa, que não inicia os trabalhos e população segue prejudicada.

A paralisação das obras de construção da nova ponte sobre o rio Jamari, na RO-459, ligando Alto Paraíso à BR-364, que teve a ordem de serviço assinada pelo governador Marcos Rocha no começo de setembro do ano passado, mas não teve um início efetivo e continuidade nos serviços, foi duramente criticada pelo presidente da Assembleia Legislativa Alex Redano (Republicanos).

Ele cobrou do Governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), explicações acerca da atuação da empresa vencedora da licitação, que simplesmente não começa de fato os serviços. “Não tem explicação para a obra estar parada. O Governo assinou a ordem de serviço, liberando o recurso. A empresa fica adiando o começo dos trabalhos, que foram autorizados a retomar no começo de janeiro deste ano, mas não foi feito nenhum serviço. O que a empresa está esperando pra começar a obra? se não tem condições, que o Governo cancele o contrato e faça nova licitação, mas não podemos continuar apenas assistindo o descaso com a população de Alto Paraíso e região, que precisam da ponte”, disse Redano.

A ponte antiga foi levada pelas águas em março de 2019. Em setembro do ano passado, foi assinada a ordem de serviço da nova ponte, que contará com mão dupla, terá uma extensão de 130 metros, com 8,8 metros de largura, construída em concreto e orçada em mais de R$ 8,5 milhões. “A morosidade da empresa é inadmissível e inaceitável. O Governo precisa se posicionar e cobrar celeridade nos serviços. Não podemos mais aceitar desculpas e nem ficar esperando. O povo não aguenta mais atravessar de balsa, que tem um custo”, completou.

Sem a ponte, a travessia no rio Jamari segue sendo feita com uma balsa, gerando uma série de transtornos para a população de Alto Paraíso e da região.

Fonte: Assessoria

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

quatro + dois =

/** * The template for displaying the footer * * Contains the closing of the #content div and all content after. * * @link https://developer.wordpress.org/themes/basics/template-files/#template-partials * * @package Cream_Magazine_Pro */ ?>